Do ciúme: um contraponto

Padrão

Little Parrots“Os amantes não acabam finalmente encontrando-se em algum lugar. Eles estão um no outro o tempo todo” (Rumi).

Pessoalmente desacredito que a saúde psíquica coincida com a ausência de ciúme, pois um indivíduo que não seja ciumento do seu parceiro não é verdadeiro. Mas, esse aspecto dramático da condição amorosa implica, na maturidade, o assumir da finitude, dado que o outro pode ser perdido a cada instante.

De resto, o reconhecimento da experiência do ciúme pode nos levar à aceitação da vulnerabilidade, decifrando, no campo psicológico, o real conteúdo das intenções, ou seja, a própria natureza do comprometimento…

Exatamente porque vivemos a experiência amorosa, estamos em condição de desenvolver a confiança. Sim, pois somente aquele que se entrega à dinâmica do relacionamento confia e se confia, renunciando ao conforto do egoísmo, o que exige, no mínimo, coragem…

Invertendo o discurso habitual, um sinal de bem-estar emocional é tanto admitir poder ser ciumento, como justamente experienciar o risco de sofrer por não suportar viver sozinho ou insulado. Engano seria supor despedaçar pela raiz o ciúme que ameaça a crença da autossuficência, convicção muito adequada a quem despreza uma vida afirmativa, sempre sujeita a iminência dos conflitos.

Encarnado o encontro, nenhum dos parceiros poderá afirmar aonde o amor os levará. Mas, em vez de represar o presente, sob a ameaça do incomunicável futuro, apenas assumir o ciúme e, de maneira honesta, tomar parte na vida interior do amado – certamente isso possibilitará a florescência da comunicação e do afeto, áreas nas quais somos culturalmente despreparados.

No fundo, na relação autêntica o ciúme não está separado. Sutilmente, ele funciona como tempero; e não sendo excessivo não pode manifestar o que apenas cresceria na sombra – a incapacidade para o amor por si mesmo, negado consequentemente ao outro.

Além disso, nada substitui a consonância de duas almas. E nada alenta um coração vazio…

Eugênia Pickina

Anúncios

Escreva seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s