O retorno da deusa

Padrão

20120709-171600.jpg

Senti vontade de escrever para as mulheres.
Mulheres amigas com quem compartilho minhas histórias e de quem ouço histórias. Mulheres que como eu estão em processos de transformação dentro e fora. Que sentem ventos fortes trazidos de forma inusitada ou prenunciados pelos céus.
Ultimamente, sinto que todo esse compartilhar tem vindo acompanhado de tristezas, mágoas, separações, perdas de relações que se acabam, afetos que passam para outro plano, surpresas inesperadas que ferem o coração e um compasso muitas vezes descompassado do momento.
Momento em que o feminino sagrado está em processo profundo de revisão para o crescimento da essência. Agora é um momento de fé. Não de uma fé que cria situações de consolo, mas uma fé com razão, com emoção equilibrada. Agora é momento de ser amante da sabedoria e da verdade.Tempo de abertura para um novo pensar e sentir.
Todos os pensamentos verdadeiros combinados com os sentimentos e emoções reconhecidas, em conexão com o coração, chama-se fé. Nessa vibração de não ter medo de conhecer as sombras, e aceitá-las, cria-se uma honestidade consigo e bênçãos acontecem.Tudo se transforma, à medida que pedimos de forma categórica, sabedoria ao nosso ser interno, que mostre o caminho, não por sorte ou acaso, mas baseadas nas próprias escolhas sentidas.Tudo acontece à medida que se permite e se quer mudanças. Decisão requer coragem! E o feminino agradece,se independe, cresce, floresce, brilha, mesmo que regado com lágrimas.
As lágrimas são feitas de 10% de água e 90% de sentimento e por isso são necessárias e divinas. Um chorar para soltar tudo que está preso, ou o que nos impede de andar, de evoluir,vpara que ao amanhecer possamos ver o nascer do Sol brilhante dentro de nós!
As fases da Lua que nos regem e nos remetem ao silêncio, aos raios encantados do nosso estado de ser.
E, logo ali virando a esquina, o inesperado nos espera para uma nova dança, um novo abraço um recomeçar pleno de beleza! Que ao abrirmos os braços para esse novo abraço, nossas almas estejam nuas, curadas, plenas na dignidade dessa condição que nos foi dada nesse existência: a de sermos Shaktis!
Shakti, que é uma palavra sânscrita, que define a essência da deusa que potencializa a energia sutil do feminino, que se manifesta em nós e tudo que nos circunda! Quando a energia Shakti se move dentro de nós, isso significa uma chamado maior da nossa Psiquê para as mudanças e toda a nossa vida pode mudar!
Nós vamos e somos impulsionadas a irmos ao encontro do que nosso feminino precisa para resgatá-lo, e assim mergulhamos nas águas do desconhecido, mas abençoadas pela nossa guia maior, a intuição!
Confiemos, então!
Aadi Shakti!
Abraços!

Tereza Ananda Hayaam

Anúncios

Escreva seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s