Espelhos da alma

Padrão

20121013-151147.jpg

Jung compreendia os sonhos como revelações da alma e, por isso, apontava o trabalho com o material onírico como um fator essencial àquele que buscava conhecer a si mesmo.
Recordo o caso de uma mulher que não falava com sua mãe há anos. Ela sofria com alergias alimentares severas e, como efeito, vivia anêmica e cansada.
Exaurida pelos sintomas, buscou ajuda especializada. Contou sua história ao terapeuta, mas deixou claro que a situação com a mãe estava resolvida e não queria tratar dessa questão durante os encontros semanais.
No entanto, o terapeuta solicitou a ela que fizesse um caderno de sonhos – geralmente um recurso para os que não costumam lembrar dos sonhos, como era o caso dessa mulher.Um mês depois, ela teve um sonho assustador e que a fez acordar de madrugada, suando frio. Nesse sonho, ela relatou: “estávamos apenas eu e minha mãe em uma cozinha de um restaurante de pedras e construído sobre um penhasco à beira do mar. Era noite e devíamos preparar diversas massas para uma festa que ocorreria na dia seguinte. Mas eu não queria que minha mãe estivesse ali comigo. E, quando ela se aproximou, eu a agredi com violência, empurrando-a para fora da cozinha e de forma brusca, e senti, no sonho, que meu desejo era jogá-la contra o penhasco. Então, acordei e me senti muito mal e perturbada pelo sonho“.
Mesmo sendo difícil, o trabalho com esse conteúdo onírico foi de grande valia para o processo de cura dessa mulher. Aos poucos, e auxiliada pela psicoterapia, ela começou a aceitar e assumir a profunda negatividade psíquica que mascarava os assuntos ligados à sua mãe. Compreender, perdoar e curar sua relação com a mãe se tornou um aspecto vital de seu próprio processo de cura, pois, como ela não se sentia, na realidade, nutrida pela mãe, além de outros temas, desenvolvera muitas desordens alimentares.
Em palavras simples, quanto mais você trabalhar com seus sonhos, mais conseguirá interagir com a “verdade” (e os apelos) de sua alma.
E há muitos livros e recursos disponíveis sobre o trabalho com o material onírico e que você pode examinar.
Uma dica singela e que funciona é a seguinte: perto da sua cama mantenha um caderno e uma caneta. Antes de ir dormir, explique à sua alma (ao seu Eu Superior) que você deseja receber mensagens/instruções durante o sonho e que está disponível para isto.
Quando acordar, permaneça em silêncio por alguns instantes e procure lembrar-se do sonho. Então, escreva o que tiver recordado desses fragmentos de sonhos – pequenas partes, episódios ou o sonho inteiro.
Se não gostar de escrever, você pode gravar, mas é fundamental o registro e para que você possa criar um “roteiro de sonhos” para ser consultado e examinado continuamente pelo sonhador ou sonhadora.
Ainda, há diversos tipos de sonhos (arquetípicos, proféticos etc.), mas, muitas vezes, são os sonhos aparentemente sem importância ou banais que se tornam ferramentas valiosas para o autoconhecimento.
Cultivar a habilidade de sonhar, portanto, é significativo para a jornada pessoal à medida que nos auxilia a ver muito mais autêntica e profundamente dentro de nós mesmos.

Saudações e carinhos!
Eugênia Pickina

Anúncios

Sobre Eugênia Pickina

Este blog surgiu de uma necessidade criativa, muito ligada ao desejo de partilhar experiências e perguntas, mas algo independente de prazos ou de Krónos. Pertenci, anos atrás, ao mundo acadêmico (professora de Filosofia do Direito). Mas um dia fui capturada pela terapia floral e hoje procuro me dedicar às práticas de educadora e jardinista (gosto de sugerir essências para crianças, mães/pais, e mesmo todo ser humano que precise de cuidados florais... Atendo também projetos sociais implicados com crianças e famílias disfuncionais/em risco. Para finalizar, porque senão isso fica muito longo, adoro literatura e fotografia e tudo que nos impulsione a viver vivos, levando a sério o fato de estarmos aqui para "mais um dia de colégio"...

Escreva seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s